sexta-feira, 14, junho, 2024
spot_img

Chanceler japonês declara apoio a Lula durante visita ao Brasil

No dia 9 de janeiro de 2023, às 10:30, o Senhor HAYASHI Yoshimasa, Ministro dos Negócios Estrangeiros do Japão, em visita ao Brasil, realizou o Diálogo Brasil-Japão entre Chanceleres, previsto no comunicado conjunto sobre o Estabelecimento da Parceria Estratégica e Global em 2014, com o Senhor Mauro Vieira, Ministro das Relações Exteriores do Brasil. Após o diálogo, que durou cerca de 2 horas e 40 minutos, foi realizada a cerimônia de assinatura de um acordo de cooperação técnica, seguida de uma declaração conjunta à imprensa. A seguir, o resumo do evento:

1.                     No início, o Ministro Hayashi expressou suas felicitações pela posse do Ministro Vieira e declarou que estava satisfeito pela oportunidade de se reunir com o chanceler em sua primeira visita ao Brasil desde que assumiu o cargo de Ministro dos Negócios Estrangeiros. Além disso, o Ministro Hayashi salientou que, em relação ao ato de vandalismo do dia 8, em Brasília, ameaças à democracia através da violência não devem toleradas, e manifestou seu apoio ao Presidente Lula e seu novo governo, eleitos de forma democrática no Brasil, um país democrático desenvolvido. Ainda mais, o Ministro Hayashi expressou seus mais profundos pêsames pelo falecimento do ex-jogador de futebol Pelé. Por sua vez, o Ministro Vieira agradeceu os pêsames do Ministro Hayashi pela morte de Pelé, o saudou pela visita ao Brasil e expressou que, aproveitando esta oportunidade, fortalecerá ainda mais as relações entre o Brasil e o Japão. O Ministro Hayashi reforçou, então, seu desejo de o Presidente Lula e o Ministro Vieira a visitarem o Japão. Por sua vez, o Ministro Vieira disse que gostaria de convidar o Primeiro-Ministro, Kishida, e o Ministro Hayashi a visitarem o Brasil, e afirmou que foi uma grande pena que o Ministro Hayashi não tenha podido se encontrar com o Presidente Lula nesta oportunidade, devido a sua resposta ao ato de vandalismo ocorrido em Brasília.

2.                     O Ministro apontou que, na severa conjuntura internacional, gostaria de cooperar com o Brasil, um “Parceiro Estratégico Global” que compartilha valores fundamentais com o Japão, e ativar cada vez mais o intercâmbio de alto nível entre os dois países. Além disso, o chanceler japonês também afirmou que as relações econômicas entre os dois países têm grande potencial e ressaltou que gostaria de reforçar a cooperação entre as nações, especialmente, nas áreas alimentar, energética e mineral. Hayashi manifestou, ainda, a esperança de que o novo governo melhore ainda mais o ambiente de negócios, incluindo o sistema tributário, e de que os investimentos das empresas japonesas no Brasil aumentem ainda mais. O Ministro Hayashi transmitiu seu desejo de aprofundar a cooperação com o Brasil no setor ambiental, ao qual o Presidente Lula dá grande importância, e expressou sua esperança de promover a colaboração entre os dois países nas áreas de saúde e de saneamento, e na cooperação triangular. O Ministro Hayashi também levantou questões sobre a cooperação nas áreas criminal, judicial entre outras.

3.                     Por sua vez, o Ministro Vieira assegurou que o novo governo gostaria de fortalecer ainda mais as relações amistosas com o Japão e que o Brasil está trabalhando para melhorar seu ambiente de negócios, inclusive através de uma reforma regulatória, e ressaltou sua expectativa no aumento do investimento e do comércio das empresas japonesas. O Ministro Vieira expressou, ainda, seu agradecimento pela cooperação do Japão e salientou que o Brasil gostaria de estimular o diálogo entre os dois países, continuando a promover a cooperação em várias áreas.

4.                     Os ministros discutiram a respeito da situação na Ucrânia e Ásia Oriental e concordaram em cooperar e trabalhar juntos para manter e fortalecer uma ordem internacional livre e aberta baseada no Estado de Direito. O Ministro Hayashi solicitou compreensão e cooperação para a rápida resolução da questão do sequestro de japoneses pela Coreia do Norte. Os ministros também apontaram que este é o ano em que os dois países servirão como membros não permanentes do Conselho de Segurança da ONU e que trabalharão dentro e fora deste conselho como membros do G4.

5.                     Os Ministros comentaram como a maior comunidade Nikkei fora do Japão, que vive no Brasil, assim como a comunidade brasileira que vive no Japão, cumprem um importante papel como pontes entre os dois países, e confirmaram a intenção de reforçar a cooperação por meio dos descendentes de japoneses. Neste contexto, o Ministro Hayashi informou que o governo do Japão aprovou recentemente a liberação de uma assistência financeira no valor de 640 milhões de ienes para apoiar cooperativas agrícolas, organizações médicas e outras entidades Nikkei na América Latina, incluindo no Brasil.

6.                     Após a reunião, com a presença dos Ministros, o Embaixador do Japão no Brasil, HAYASHI Teiji, e o Diretor da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), Embaixador Ruy Pereira, assinaram o Artigo Ⅱ do Acordo Básico de Cooperação Técnica referente ao “Project for the Enhancement of Genomic Monitoring Network for COVID-19”.

spot_img

Últimas publicações