sexta-feira, 14, junho, 2024
spot_img

África quer aumentar comércio de 18% para 81% até 2035

Brasília, 8 de julho de 2022
Por: Claudia Godoy
 
 
A África quer expandir a circulação livre de bens e serviços no continente dos atuais 18% para 81% até 2035. Para isso, os 54 países membros da Zona de Livre Comércio Continental Africana querem unificar, fomentar e aumentar a capacidade do continente no setor. A informação é da Conselheira de Economia da embaixada da África do Sul, Cecília Iturralde (foto).
 
A Zona de Livre Comércio Continental Africana foi fundada em 2018 e entrou em vigor em 2021. É a maior área de livre comércio do mundo, depois que a Organização Mundial do Comércio (OMC) foi criada.
 
“Brasil e África do Sul possuem convênio por meio do SACU, que é a união aduaneira mais antiga do mundo, onde a África do Sul é um dos países mais proeminentes. Além disso, os sul-africanos têm acordo com o Mercosul”, disse Iturralde.
 
A União Aduaneira da África Austral (SACU) foi fundada em 1910 e reúne, além da África do Sul, Botswana, Lesoto, Namíbia e Suazilândia.
spot_img

Últimas publicações